Perda de prazer

um problema oneroso para as mulheres. Em muitas mulheres, o desejo sexual diminui temporariamente e elas sofrem com a perda da libido. As causas são muitas.

Muitas mulheres conhecem o sentimento: o desejo físico é reduzido e o desejo pela sexualidade é perdido – temporariamente ou mesmo por um período mais longo.

O que antes era associado à paixão e à felicidade torna-se cada vez mais um fardo. As mulheres afetadas muitas vezes sentem faltada intimidade com o parceiro apesar da “perda de desejo” e até se preocupam como relacionamento.

Logo no começo:

Uma diminuição no desejo sexual não diz nada sobre a qualidade da parceria. Mesmo em relacionamentos estáveis ​​e felizes, pode acontecer com muita frequência que um dos parceiros às vezes sinta menos prazer. Enquanto ambos estiverem satisfeitos com a situação, tudo bem também.

No entanto, se um dos parceiros se sentir desconfortável, por exemplo, porque deseja mais intimidade ou sexo mais frequente, a conversa deve ser procurada e as possíveis causas devem ser investigadas.

Finalmente, desejo por prazer novamente– informação para mulheres

Aversão sexual tem muitas razões

As causas de uma diminuição no desejo sexual são muito diferentes e podem ser justificadas física e mentalmente e emocionalmente. Muitas vezes, vários fatores se juntam e a causa exata é difícil de determinar.

Falta de hormônios masculinos

Parece paradoxal, mas a falta de hormônios masculinos pode diminuir o desejo sexual. Para tal defeito, pode, por. B.tomando a pílula, pois os ingredientes contidos levam ao aumento da formação de SHBG (globulinade ligação a hormônios sexuais). Isso liga mais testosterona, mas a testosterona livre estimula o desejo. Em mulheres na menopausa ou após a remoção dos ovários, também pode levar a um desequilíbrio hormonal, que pode ser perceptível, por exemplo, na diminuição da libido.

Doenças

A aversão sexual raramente é orgânica nas mulheres.No entanto, alguns distúrbios abdominais inferiores podem afetar o bem-estar sexual e, por exemplo, causar dor durante a relação sexual. Além disso,diabetes, doenças renais, doenças cardíacas, doenças neurológicas ou depressão podem levar a um declínio da libido.

Drogas

Alguns medicamentos são conhecidos por seus efeitos colaterais que reduzem a perda, como: Como anti-hipertensivos, sedativos, neurolépticos ou antidepressivos. Nestes casos, em consulta com o médico, deve considerar-se a mudança para uma preparação menos ativa.

Fatores pessoais

Um ser humano não é uma máquina e, pessoalmente,situações estressantes ou fases de mudança também podem ter um efeito inibidor.Muitas mulheres sentem-se estressadas, por exemplo, após o nascimento de um filho, e têm pouco tempo para o trabalho, a família e o lar para si mesmas –porque o desejo muitas vezes cai no esquecimento.

Não menos importante, é claro, problemas na parceria podem afetar a sexualidade. Então é importante que os parceiros falem de maneira aberta e clara sobre seus desejos e medos.

Muitas causas são tratáveis

Descrição: casal-jovem


Muitas mulheres não sabem que simplesmente não é preciso aceitar uma diminuição da libido. Em muitos casos, as causas podem ser identificadas e remediadas. A pessoa de contato certa para isso é o ginecologista,médico de família ou um terapeuta sexual devidamente treinado.

conheça o estimulante sexual natural que está salvando casamentos, acesse; http://testandotudo.com.br/